BLOG DA COMISSÃO POLITICA CONCELHIA

.posts recentes

. Rua Dr Mota Pinto

. POLÍCIA JUDICIÁRIA NA CÂM...

. A Ca(u)sa do Gaiato

. O MELHOR DO MUNDO SÃO AS ...

. Zona Industrial Fantasma

.arquivos

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Rua Dr Mota Pinto

 

Este é o aspecto da rua Dr. Mota Pinto, uma das principais vias de entrada em Miranda. O aspecto é desolador, tantos são os buracos e a gravilha espalhada pelo pavimento.
 

 
Nesta rua, além de faltarem passeios, passadeiras e marcação no pavimento, a iluminação também é deficiente.


 

Mas com abertura de uma vala antes do verão, o estado da mesma agravou-se com a gravilha espalhada no pavimento, colocando assim em perigo os inúmeros peões que a atravessam onde calha pois facilmente as viaturas podem derrapar. Numa extensão da ordem dos 300 metros apenas se vislumbra, a muito custo, uma passadeira.


 

A boa noticia, para os residentes e comerciantes que vêem as suas habitações e lojas invadidas de pó, chegou este fim-de-semana com o início da chuva. Finalmente acabou o pó, mas o mesmo deu lugar à lama, que sempre é uma variante.


 

 
Sabemos da existência de planos para melhorar a rua, mas se vamos esperar até às eleições os residentes vão ficar ainda mais desesperados. Vamos ter esperança que o nosso blog volte marcar a agenda.
sinto-me:
publicado por psmirandadocorvo às 20:41
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

POLÍCIA JUDICIÁRIA NA CÂMARA MUNICIPAL

 

 

 



A Polícia Judiciária esteve na Câmara Municipal de Miranda do Corvo no início do mês de Outubro. A Comissão Política Concelhia desconhece as razões que levaram a PJ a investigar a nossa Câmara Municipal e aguarda que, em breve, o executivo do PSD explique publicamente aos mirandenses os motivos da presença dos agentes da PJ nos Paços do Concelho.
publicado por psmirandadocorvo às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

A Ca(u)sa do Gaiato

Tenho a noção que os meus conterrâneos já sentem as críticas e ameaças que têm sido feitas à Casa do Gaiato de Miranda do Corvo como se elas fossem dirigidas a cada um de nós.
Não há paciência para aturar uma coisa destas e não percebo como é que os responsáveis pela Casa ainda não colocaram um ponto final nisto.
De vez em quando lá vem a público mais uma notícia a denegrir a imagem de uma instituição que ainda é insubstituível no panorama solidário em Portugal.
Penso que não é por acaso. Ciclicamente lá vem mais uma achega para não deixar cair o assunto em “saco roto”. Por todo o lado se ouve, se comenta, se assiste incrédulo e a dúvida vai-se instalando, mesmo quando nos recusamos a tomar conhecimento. Não conheço a pessoa ou o conjunto de pessoas que estão tão interessadas em continuar com estas denúncias, ignoro os seus motivos mas devo dizer aos responsáveias da Casa do Gaiato, que chega de “dar a outra face”, há que tomar a atitude mais lógica, colocar um processo em tribunal e exigir os reparos que a lei prevê.
Já algumas vezes saí chamuscada e até queimada quando afirmei que punha as mãos no fogo por este ou por aquele, por esta ou por aquela situação. Dito por outras palavras, directas, já me enganei no julgamento de pessoas e das suas boas intenções. Estamos sempre sujeitos porque, como diz um amigo que também escreve artigos de opinião, é da vida…
Acredito na Casa do Gaiato! Acredito nas boas intenções das pessoas que, sem descanso, a gerem. O que me leva a acreditar é o que tenho observado ao longo de muitas décadas de contacto directo. Convivi com vários padres à frente da Obra, com diversas formas de liderança mas todos focados no mesmo: valorizar os rapazes, encontrar-lhes os melhores caminhos, encontrar a melhor solução para as suas vidas. A questão que parece estar em causa é mesmo haver uma liderança forte que não transige com vontades externas à Casa. Assim era também a liderança do Padre Américo!
Continuo a afirmar que é uma Casa aberta, qualquer um de nós é bem recebido. A sua antiga “escola primária” funciona como prolongamento do parque escolar do primeiro ciclo, onde estão perfeitamente integradas as crianças da comunidade mirandense. Os pais colaboram activamente, movimentam-se com grande à vontade por todo o espaço e sentem que os seus filhos estão felizes. Testemunho a preocupação dos antigos gaiatos, os que lá cresceram, que vêm ameaçada a sua Casa, pois é da sua família que se trata. Vejo os adultos que lá trabalham sempre preocupados com os jovens. Assisti às obras de beneficiação feitas, que vieram valorizar ainda mais os espaços já de si bastante cuidados. Os jovens andam bem vestidos, limpos, bem alimentados, com o material escolar necessário, o encarregado de educação sempre preocupado e atento, o que querem que a Casa do Gaiato dê mais?
Não gosto de tribunais por causa do que lhes está subjacente, as questões desagradáveis que os intervenientes não conseguem resolver entre si, mas ofereço-me ao Sr. Padre Manuel Mendes para testemunhar a favor da Casa do Gaiato e dele próprio. Tem de se acreditar na justiça, não ter medo dela. Concerteza não é o medo que os impede de avançar mas o mesmo que trava muita gente neste tipo de processos, o desgaste psicológico e o dinheiro que se gasta, a justiça é cara.
Pergunto eu, não há um advogado que se ofereça para defender graciosamente a causa do Gaiato?

Texto publicado no Diário "As Beiras"
 
publicado por psmirandadocorvo às 15:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

O MELHOR DO MUNDO SÃO AS CRIANÇAS.

Este ano, o início das aulas em Miranda do Corvo começou de forma atribulada. Por responsabilidade da autarquia ocorreram várias situações graves que não podem deixar de ser denunciadas junto da opinião pública.

 
No dia 11 de Setembro, não se realizou o transporte das crianças para o infantário das Souravas. O motivo apresentado aos pais foi que uma carrinha tinha avariado. O verdadeiro motivo não terá sido esse, mas sim a utilização do transporte para outro fim. A autarquia coloca assim o interesse das crianças em último lugar.
 
No início do ano lectivo estava previsto que os alunos da Escola n.º 1 do 1.º ciclo almoçassem na cantina da própria escola. Contudo, porque ainda não há mobília no espaço destinado para o efeito tal não foi assegurado. Esqueceram-se do conforto destas crianças, que são obrigadas a deslocar-se fora da escola para almoçar.
 
Não menos grave, os “responsáveis” pelas aulas de enriquecimento curricular (AEC) não forneceram a listagem e o número de alunos às vigilantes, que recebem as crianças na escola e as acompanham até ao local onde decorrem as aulas. O resultado poderia ter sido desastroso porque, na segunda-feira, quando os pais ao fim da tarde se apresentaram para ir buscar os filhos faltavam quatro crianças. De notar que ninguém deu pela sua falta, que, felizmente, mais tarde se soube estarem na ADFP. As auxiliares pouco mais poderiam ter feito, pois desconheciam o número e nome das crianças. Mas a verdade é que estas estiveram desaparecidas 3 ou 4 horas.
 
Porque gostamos muito de nossa terra e das nossas crianças que são o melhor do mundo, somos obrigados a denunciar estas situações e entendemos que se exige um apuramento rápido da responsabilidade política por estes factos graves. Assim, talvez os pais de agora em diante tenham a garantia de quem de direito que podem confiar as suas crianças e partirem para os seus afazeres descansados.
 
 
A Comissão Política Concelhia do PS
Miranda do Corvo, 18 de Setembro de 2008.
 
publicado por psmirandadocorvo às 16:30
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Setembro de 2008

Zona Industrial Fantasma

 

 



Estas são algumas imagens recolhidas na nossa zona industrial. Não há limpeza, faltam passeios, o pavimento está degradado, a iluminação praticamente não existe e, principalmente, FALTAM EMPRESAS.
 

Temos aquilo que mais se assemelha a uma "zona industrial fantasma".


Reproduzimos mais abaixo um texto que facilmente poderia ter sido escrito nos dias de hoje... Pode o nosso visitante ler e verificar o que mudou entretanto. No final daremos a resposta (não vale espreitar).
 

De salientar que este texto foi escrito em Agosto de 2001 e tal como um programa humorístico da TV, também o PS descobriu aquilo a que o trio chamou de tesourinhos deprimentes. Nós preferimos chamar-lhe "PELA BOCA MORRE O PEIXE".
 

ver texto aqui.


Então já descobriu as diferenças? Vá faça mais um esforço!
 

OK, aqui fica a resposta.
 
publicado por psmirandadocorvo às 11:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds